Goodyear welt – nobreza, alma e vida sem fim….

Centenário Good Year
O “sapato” e “o Charles”: duas personagens duma história sobre coisas nobres, que têm alma e não têm fim.

Para dar a volta à história aparece também uma máquina…
Era uma vez, no ano 1872, um senhor inglês chamado Charles Goodyear Jr. que adorava sapatos bonitos e bem feitos, em couro natural e verdadeiro. Decidiu inventar uma máquina que deu vida sem fim aos sapatos. A parte superior do sapato está cozida a uma tira de couro (vira/welt). Depois a vira está novamente cozida à entressola. O espaço criado entre a palmilha de montagem, a vira e a entressola preenche-se com cortiça. Assim, proporciona-se um conforto impar, na zona do arco plantar (alma). E já está, nasce assim o calçado mais nobre e o melhor do mundo.

O sapato é impermeavel porque não tem nenhuma costura que vai do chão até à parte interna do sapato. O Goodyear welt simplifica também a troca da sola. Basta descosturar a sola da vira, colocar uma nova, e costurá-la novamente. O sapato não sofre nenhuma mudança na estrutura e fica como novo… por isso não tem fim.

A fabrica portuguesa Centenário conta todos os dias da melhor maneira a historia “do sapato” e “do Charles” porque é um verdadeiro especialista na produção de sapatos portugueses Goodyear-welt.
Desfrute a nossa coleção de calçado marca Centenárío.
Goodyear Welt System - sapatos portugueses