The legend of brogueing

Na semana passada estava a contar-vos que “o brogueing” (pequenos orifícios específicos no calçado masculino) foi inventado pelos irlandeses para facilitar a secagem da água, mas os caprichos da nobreza inglesa transformaram-no num símbolo de elegância aristocrática.

A lenda torna-se interessante com a generosidade do tempo, porque nos últimos seculos existem 3 tipos de brogueing mais conhecidos: full-brogue (a biqueira apresenta perfurações decorativas e é delimitada por uma linha vega, como umas asas) o semi-brogue ou half brogue (a biqueira apresenta o perfurado decorativo e é delimitada por uma linha recta) e o quarter- brogue (só a linha da biqueira tem orifícios ficando a restante gáspea do sapato lisa).

collage

Edward-Prince-of-Wales1Mas, como qualquer verdadeira lenda contém também pormenores contraditórios. A contradição tem a ver com o modelo full-brogue. Inicialmente o “brogueing” tornou-se um sinal de elegância aristocrático inglês, mas também os históricos dizem que no final de seculo XIX o modelo full brogue era um modelo típico dos praticantes de golfe, exclusivamente desportivo?!. Em 1930, o Príncipe de Gales, um dos homens mais elegantes da Europa, surpreendeu a classe nobre usando uma versão mais elegante do full-brogue para o golfe, (desporto pelo qual estava apaixonado) durante os importantes acontecimentos da alta sociedade.

IMG_4311-1280

IMG_4334-1280

IMG_4272-12801

Desde então e até aos dias de hoje que os modelos de sapatos full-brogue e semi-brogue são modelos clássicos e intemporais e o modelo quarter-brogue é considerado o modelo típico inglês, um dos mais elegantes e refinados sapatos para homem.

IMG_4336-1280

English version

IMG_4328-1280Last week I was telling you that the “brogueing” (small holes in the specific male´s footwear) was invented by the Irish people to facilitate the drying of the water, but the caprices of the English nobility transform it in a symbol of aristocratic elegance.

The legend becomes more and more interesting, with the generosity of time, because in the lust centuries there are 3 best known types of brogueing: full-brogue (or wingtip the toe-cap has decorative perforations), half-brogue (the toe cap features decorative perforation and a straight line) and quarter brogue (brogueing only on the line of the toe-cap).

 

 

IMG_4258-1280

IMG_4255-1280

IMG_4254-1280

But like any true legend also contains some contradictory details. The contradiction has to do with the full-brogue style. Initially the “brogueing” had become a sign of aristocratic English elegance, but the historians are telling us that at the end of the XIX century full brogue was a typically golf style, exclusively casual!? In 1930, the Prince of Wales, one of the most elegant men in Europe, surprised the noble class using a more elegant version of the full-brogue for golf, (sport for which he was in love) during some important events of high society.

From then until now the models like full-brogue and half-brogue are classic and timeless models and the quarter brogue is considered the typical English style, one of the most elegant and refined men’s shoes.

IMG_4268-1280